Ações

Batalha da Mansão Malfoy, A

De Dicionário Madame Pince

(Redirecionado de A Batalha da Mansão Malfoy)

Segunda Guerra Bruxa

A Batalha da Mansão Malfoy

(1998)

A Batalha da Mansão Malfoy
 
Parte da Segunda Guerra Bruxa
Data
Março 1998
 
Localização
Saldo
O trio descobre o paradeiro de uma nova Horcrux
Combatentes
Comandantes
Poderio
3 membros da Ordem
Dobby
4 Comensais da Morte

5 seqüestradores

Narcisa Malfoy
Vítimas


O Pós-Primeira Guerra | A Pedra Filosofal
A Câmara Secreta | O Prisioneiro de Azkaban
A Batalha do Cemitério de Little Hangleton | A Batalha do Departamento de Mistérios
A Batalha da Torre de Astronomia | A Batalha dos Sete Potter
A Queda do Ministro da Magia | Indesejáveis invadem o Ministério
A Batalha da Mansão Malfoy | A Batalha de Hogwarts: Fim da Segunda Guerra
<--- voltar

O breve, porém sangrento conflito da Mansão Malfoy aconteceu quando Fenrir Greyback capturou Harry Potter, Rony Weasley, Hermione Granger, Grampo e Dino Thomas depois que Harry quebrou a proibição imposta pelo Tabu ao falar o nome de Voldemort. Greyback e cinco seqüestradores encontraram o grupo imediatamente e ameaçaram todos de morte se não concordassem com a rendição.
Optando por levar Harry diretamente a Voldemort em vista da grande recompensa, Fenrir levou todos para a sede na Mansão Malfoy. Embora Voldemort estivesse em outro lugar, a família Malfoy, Belatriz Lestrange e Pedro Pettigrew estavam presentes.
Belatriz estuporou todos os seqüestradores pela "falta de respeito" para com ela, e ordenou que Draco Malfoy levasse todos os reféns para o porão, onde acabaram encontrando presos Luna Lovegood e Olivaras. Belatriz conteve Hermione durante algum tempo, e a torturou com a Maldição Cruciatus em busca de informações sobre como conseguiram adquirir a espada de Godrico Gryffindor. Apesar do grande sofrimento, Hermione preparou uma falsa história sobre como puderam obtê-la sem terem entrado no cofre dos Lestrange no banco Gringotes: ela reivindicou que a espada não passava de uma fraude.
No subsolo Harry teve tempo de chamar o elfo doméstico Dobby, que na época estava servindo Aberforth Dumbledore. Harry pediu que ele primeiro levasse Dino, Olivaras e Luna através da aparatação especial dos elfos. O barulho da aparatação foi escutado no lado de cima e Pedro Pettigrew foi mandado para investigar. Não foi difícil para Harry e Rony tirar a varinha de Pedro e por um breve momento lutaram corpo a corpo.
Porém, quando Pettigrew hesitou matar Harry, a mão prateada dada por Voldemort contrariou o dono e começou estrangulá-lo até a morte, apesar do esforço dos dois garotos em tentar parar a mão doentia. Harry e Rony entraram furiosamente no espaço onde Belatriz torturava Hermione. Quando Dobby reapareceu, o grupo - Harry, Rony, Hermione, Grampo e Dobby - desaparatam para o Chalé das Conchas.
E foi apenas no chalé de Gui e Fleur Weasley que o grupo descobriu que Belatriz havia apunhalado Dobby com uma adaga. O elfo suspirou poucas e profundas palavras, e veio à óbito. Um mar de lamentações rondou o enterro de Dobby no jardim do chalé: "Aqui jaz Dobby, um Elfo Livre."


<--- voltar







ESPECIAIS
<a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Arte">Fan Arts</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/QG_Esfinge">Quizzes</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Portal:Vira-Tempo">Linhas do Tempo</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Penseira">Biografias</a> | <a href="http://wiki.potterish.com/index.php/Portal:Sonorus">Citações</a>



Para correções, sugestões, críticas e elogios, entre em contato! Clique <a href="http://arquivo.potterish.com/?p=con">aqui</a>.