Ações

Shacklebolt, Kingsley

De Dicionário Madame Pince

Kingsley Shacklebolt

Auror ?-1997, Ministro da Magia 1998-Presente

Link:http://galeria.potterish.com/thumbnails.php?album=1813

Kingsley Shacklebolt é um bruxo alto e negro que trabalha no Ministério da Magia. Já foi Auror, e juntou-se à nova Ordem da Fênix em 1995, depois de ter sido convencido sobre o retorno de Lorde Voldemort. Infiltrado no Ministério, ele passou à Ordem diversas informações, e mudou o caminho das investigações da localização de Sirius Black.

Em 1996, lutou na Batalha do Departamento de Mistérios, e mais tarde foi indicado para proteger o Primeiro Ministro trouxa, fingindo ser seu secretário. Forçado a se esconder devido à queda do Ministério em 1997, por Voldemort, Kingsley continuou contra o novo regime. Em 1998, lutou na Batalha de Hogwarts, e logo depois foi nomeado Ministro da Magia temporário. Mais tarde virou Ministro da Magia pleno, e trabalhou muito para revolucionar o Ministério.

Ministério da Magia e a Ordem da Fênix

Kingsley trabalhou como Auror sênior. Quando o boato sobre o retorno de Lorde Voldemort foi negado pelo Ministério, Kingsley se convenceu de sua volta, e conseqüentemente se juntou à Ordem da Fênix. Junto com Ninfadora Tonks, investigavam escondidos, mantendo a Ordem sempre informada. Além do mais, liderou a força-tarefa do Ministério à procura de Sirius Black. Já que Black era membro da Ordem, ele desviou a investigação com a informação de que Sirius estaria escondido no Tibet.

No verão de 1995, Kingsley foi voluntário da Guarda Avançada para escoltar Harry Potter até o quartel-general da Ordem no Grimmauld Place, 12. Ele também estava no Ministério no dia da audição de Harry, que se defendia da acusação de ter usado magia na presença de um trouxa, e encenou uma discussão com seu colega Arthur Weasley, membro da Ordem, para proteger seus disfarces, já que Rufo Scrimgeour fazia algumas perguntas. Durante a discussão, passou escondido a Arthur uma cópia d'[[O Pasquim], contendo um artigo que Sirius acharia incrível – a notícia de que ele era na verdade Toquinho Boardman. Mais tarde participou da festa no Grimmauld Place para comemorar a promoção de Rony e Hermione a monitores.

Em 1996, Kingsley acompanhou Cornélio Fudge e Dawlish até a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts para questionar Alvo Dumbledore sobre a descoberta de Dolores Umbridge – a Armada de Dumbledore. Apesar de sua lealdade para a Ordem, Kingsley foi forçado a cooperar com o Ministro, e ainda conseguiu usar o Feitiço da Memória em Marieta Edgecombe, para que ela não falasse mais coisas sobre a Armada e concordasse com a versão de Dumbledore. Durante a fuga do diretor, Kingsley foi incapaz de impedi-lo junto com o Ministro, Dawlish, Umbridge e Marieta, para manter seu disfarce, uma ação que Dumbledore se arrependeu, mas julgou necessária.

Próximo do meio de 1996, Harry foi enganado e entrou no Departamento de Mistérios pensando que Sirius Black havia sido capturado por Voldemort. Kingsley, Ninfadora Tonks, Alastor Moody, Remo Lupin e Sirius Black, foram ao Ministério salvar Harry e seus amigos. Na batalha, duelou com dois Comensais da Morte ao mesmo tempo, e depois enfrentou Augusto Rookwood. Mais tarde, duelou com Belatriz Lestrange, logo depois de ela ter feito Sirius atravessar o Véu. Kingsley foi ferido no duelo, caindo no chão com um grito, mas se recuperou dos ferimentos.

A Segunda Guerra Bruxa

Com o retorno de Voldemort reconhecido por todos, Rufo Scrimgeour substituiu Cornélio Fudge como Ministro da Magia. Devido à tentativa falha de usar a Maldição Imperius no Ministro de Segundo Escalão trouxa, Herberto Chorley, foi decidido que o Primeiro Ministro trouxa precisava de proteção. No verão de 1996, Kingsley foi nomeado seu guarda-costas, fingindo ser um secretário. O comportamento trouxa de Kingsley convenceu o Primeiro Ministro, que ficou chocado ao saber a verdade de Rufo Scrimgeour, muitos dias depois. Ele foi considerado um excelente secretário, capaz de fazer duas vezes mais o trabalho de seu antecessor.

Apesar de sua obrigação com o Primeiro Ministro trouxa, Kingsley foi ao funeral de Alvo Dumbledore em 1997.

Com a morte de Dumbledore e a Segunda Guerra Bruxa em plena atividade, a atenção da Ordem se voltou a Harry. Com a proteção que ele tinha na rua dos Alfeneiros, 4 prevista para cessar aos dezessete anos, foi planejado quebrá-la mais cedo e escoltá-lo a salvo até a A Toca. Embora ainda estivesse responsável pela proteção do Primeiro Ministro trouxa, Kingsley foi escolhido para conversar com os Dursleys, já que sua habilidade de falar e se vestir como trouxa os ofenderia menos, e avisá-los de que deveriam se esconder para não correrem riscos.

Dias antes do aniversário de Harry, Kingsley fez parte da escolta da Ordem para protegê-lo. Atuando como um Protetor, ele voou em um testrálio com Hermione Granger disfarçada de Harry através da Poção Polissuco. Eles foram seguidos por cinco Comensais da Morte, ferindo dois e provavelmente matando um. Os dois também quase foram seguidos pelo próprio Voldemort, depois de ter matado Alastor Moody, mas ele interrompeu a perseguição quando o verdadeiro Harry foi localizado.

Kingsley e Hermione finalmente chegaram a A Toca, e ele achou que o plano havia sido revelado, desafiando Remo Lupin com uma pergunta pessoal para assegurar sua identidade. Satisfeito, ele contou suas novidades – incluindo o fato de Voldemort poder voar sem nenhum tipo de instrumento – para o resto da Ordem que retornou, e esperou ansiosamente pelos outros. Às vezes, Kingsley era forçado a deixar A Toca e voltar ao serviço de proteção do Primeiro Ministro.

Em 1º de agosto de 1997, o Ministério da Magia caiu e foi ao poder de Lorde Voldemort e seus Comensais da Morte. Não se sabe onde Kingsley estava naquele dia, se no Ministério ou ainda protegendo o Primeiro Ministro, porém estava a par dos acontecimentos, e mandou seu Patrono, um lince, até a A Toca para avisar a todos do casamento de Gui Weasley e Fleur Delacour o que havia ocorrido. Seu aviso permitiu que Harry, Hermione e Rony escapassem.

Mesmo depois da morte de Rufo Scrimgeour, Kingsley continuou trabalhando para o Ministério da Magia, assim como outros membros da Ordem, como Arthur Weasley. Porém, ele foi forçado a fugir depois que quebrou o Tabu dizendo o nome de Voldemort e teve que lutar com vários Comensais para se livrar deles. Kingsley começou a se esconder, mas permaneceu ativo na oposição, contribuindo para o Observatório Potter, um programa de rádio, sob o pseudônimo de Royal, pedindo para que os bruxos ajudassem a proteger suas vizinhanças trouxas.

A Batalha de Hogwarts

Em maio de 1998, Kingsley foi alertado sobre a batalha que iria acontecer em Hogwarts. Aparatou no Cabeça de Javali e foi à escola através do túnel secreto que levava até a Sala Precisa. Chegando ao Salão Principal, ele entrou em contato com Minerva McGonagall e tomou conta da situação, dividindo os combatentes disponíveis em grupos e os colocando para defender diferentes áreas da escola. Ele, junto com Arthur e Remo, lideraram grupos nos terrenos de Hogwarts, para interceptar o inimigo.

Perto do fim da batalha, depois de Voldemort mostrar Harry aparentemente morto para os defensores do castelo, e Neville Longbottom ter matado Nagini, Kingsley, McGonagall e Slughorn duelaram juntos com o Lorde das Trevas no Salão Principal. Eles estavam derrotados, mas Harry logo apareceu na batalha e derrotou Voldemort definitivamente.

Depois da batalha, Kingsley foi nomeado Ministro da Magia temporário.

Depois da Guerra

Kingsley se tornou Ministro da Magia permanente, e começou a livrar o Ministério da corrupção e discriminação. Ele baniu o uso dos dementadores como guardas de Azkaban, e fez com que não fossem usados para atormentar os oponentes do Ministério. Designou Harry como chefe do Quartel-General dos Aurores, e fez de Percy Weasley um funcionário de alto escalão, reorganizando o Ministério minuciosamente e se tornando útil nos reparos do mundo bruxo depois do reinado de terror.



Pessoal

Nome completo: Kingsley Shacklebolt
Significado do nome: "Kingsley" = inglês antigo para "madeira do rei"; "Shacklebolt" = heráldica para "vitorioso; aquele que levou os prisioneiros ou salvou os prisioneiros de guerra"
Nascimento: (dia e mês desconhecidos)
Olhos: escuros
Cabelo: escuros
Roupas e acessórios: Usa um único brinco de argola de ouro
Físico: Bruxo alto, negro e careca. Tem uma voz lenta e profunda.
Psicológico: Kingsley é calmo e contido, com uma voz profunda e tranqüilizadora e com uma altura imponente. Diferente de muitos bruxos, Kingsley tem a destreza de se vestir e agir como trouxa, levando-o a ser designado à proteção do Primeiro Ministro trouxa. Ele também é bom em julgar a personalidade das pessoas, confiava em todos, baseando seus julgamentos no conhecimento de seus caracteres e habilidades. Confiou em Fred e Jorge para defender as passagens secretas durante a Batalha de Hogwarts, e permitiu que Harry entrasse no Quartel-General dos Aurores com dezessete anos. Contra os defensores dos sangue-puros, Kingsley acreditava na igualdade e justiça para todos – bruxo ou trouxa.


Família, Amigos e Inimigos

Sangue: provavelmente sangue-puro, por ter permanecido no Ministério da Magia até mesmo após a sua queda Melhores amigos: Arthur Weasley, Harry Potter, Remo Lupin


Objetos, Poderes e etc.

Poderes: Perito no Feitiço do Patrono para comunicação entre membros da Ordem da Fênix e em Feitiços da Memória
Habilidades: Resistência ao fogo, disfarce trouxa e eloqüência
testrálios? Provavelmente sim


Carreira

Associações e afiliações: Ministério da Magia, Ordem da Fênix, Guarda Avançada
Títulos: Auror, Ministro da Magia, Ministro da Magia temporário, Secretário do Ministro Trouxa
Ficha policial: procurado pelo Ministério da Magia, na período negro de tirania de Lorde Voldemort, por ter quebrado o encanto do Tabu.


Tradução alternativa: Quim Shacklebolt
Em inglês: Kingsley Shacklebolt


Livros: OdF (pp. 43, 45, 47), EdP (pp. 19, 20), RdM







ESPECIAIS
<a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Arte">Fan Arts</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/QG_Esfinge">Quizzes</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Portal:Vira-Tempo">Linhas do Tempo</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Penseira">Biografias</a> | <a href="http://wiki.potterish.com/index.php/Portal:Sonorus">Citações</a>



Para correções, sugestões, críticas e elogios, entre em contato! Clique <a href="http://arquivo.potterish.com/?p=con">aqui</a>.