Ações

Potter, Lílian Evans

De Dicionário Madame Pince

(Redirecionado de Lílian Potter)

Lílian Evans Potter

(1960 - 1981)

Grifinória 1971-1978, Monitora 1977-1978


"... Mas sei por que você não pôde me matar. Foi porque minha mãe morreu para me salvar. Minha mãe trouxa e comum..."


Lilian.jpg
  Nome Lílian Evans Potter  
  Nascimento 30/01/1960  
  Morte 31/10/1981  
  Olhos Verde-vivos e amendoados  
  Cabelo Ruivo escuro  
  Aparência Muito bonita e simpática  
Grifinoria.gif
  Casa Grifinória  
  Matrícula 1971/1972  
  Formatura 1977/1978  
  Monitora 1977/1978  
Tabela 003.jpg

Lílian Potter foi uma bruxa nascida trouxa e mãe de Harry Potter. Ela descobriu ser uma bruxa quando criança, após um garoto da vizinhança, Severo Snape, contar a ela sobre a existência de magia. Os dois se tornaram amigos próximos, animadamente discutindo sobre o mundo mágico, enquanto Lílian crescia distante de sua irmã mais velha, Petúnia Dursley.

Ela frequentou a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts de 1971 até 1978 e foi selecionada para a casa Grifinória. Uma estudante talentosa, Lílian foi membro do Clube do Slugue e Monitora-Chefe em seu sétimo ano. Sua amizade com Snape acabou após ele a chamar de “sangue-ruim”; embora ele fosse amá-la para sempre, Lílian seguiu em frente e casou-se com Tiago Potter.

Ela e Tiago se uniram à Ordem da Fênix após se formarem e lutaram na Primeira Guerra Bruxa, enfrentando o próprio Lord Voldemort três vezes. Isso fez de seu único filho o alvo do Lord das Trevas quando uma profecia foi feita sobre aquele com poder para derrotá-lo, e Voldemort atacou os Potter em 31 de outubro de 1981.

Após assassinar Tiago, ele ofereceu a Lílian, devido a um pedido de Snape, a chance de se salvar caso ela ficasse de lado, mas Lílian se recusou e foi morta por isso. Esse sacrifício de amor permitiu que seu filho fosse a única pessoa conhecida a sobreviver à Maldição da Morte.

História

Infância

Lílian nasceu na família trouxa Evans; ela tinha uma irmã mais velha chamada Petúnia. A família vivia em uma vila trouxa chamada Rua da Fiação. Quando jovem, Lílian se tornou amiga de Severo Snape, um garoto que vivia na vizinhança e que se apaixonou por ela.

Snape contou a Lílian que ela era uma bruxa e, embora ela inicialmente tenha entendido isso como um insulto, os dois depois discutiram o mundo bruxo com frequência, ansiosamente esperando o dia em que poderiam ir a Hogwarts juntos. Os pais de Lílian tinham orgulho de suas habilidades mágicas, mas sua irmã, enciumada, considerava-a uma aberração.

Sua varinha era de salgueiro, 26 cm, farfalhante, e boa para feitiços.


"...Um professor não devia ter alunos preferidos, mas ela era um dos meus.
Sua mãe... Uma das mais inteligentes a quem lecionei. Viva sabe. Uma menina Encantadora..."


Período em Hogwarts

Aos onze anos, ela entrou para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, onde foi selecionada para a casa Grifinória. Ela se tornou muito habilidosa em Poções e talvez Feitiços, atraindo a atenção do professor Slughorn, que fez dela um membro de seu clube do Slugue. Em seu sétimo ano, tornou-se Monitora-Chefe.

Em seu quinto ano, Lílian defendeu seu melhor amigo da época, Severo Snape, quando este estava sendo provocado por Tiago Potter, o qual ela considerava ser um tirano arrogante. Ela havia chamado Tiago por seu sobrenome, e tentado parar suas provocações, até que Snape a atacou em sua humilhação, chamando-a de “sangue-ruim”.

Isso então levou a uma separação e divisão de caminhos entre Lílian e Snape, já que ela já estava consternada pela amizade de Snape com aspirantes a Comensais da Morte, como Mulciber e Avery, e pela fascinação dele pelas Artes das Trevas. Harry mais tarde testemunharia essa cena duas vezes por meio da penseira, assim como outras cenas mostrando a longa amizade de sua mãe com Snape.

Também durante o quinto ano, Tiago tentou chamá-la para sair, mas ela se recusou, considerando-o um “cafajeste arrogante”. O melhor amigo de Tiago, Sirius Black, mais tarde comentou que Tiago não conseguia resistir a se exibir ou fazer papel ridículo quando ela estava por perto. Ela, no entanto, não odiava Tiago; eles apenas haviam começado com o pé esquerdo.

Eventualmente, em seu sétimo ano, Lílian e Tiago começaram a namorar.

Primeira Guerra Bruxa

Em algum ponto após terem se formado em Hogwarts, em 1978, Lílian e Tiago se casaram. Eles também se tornaram membros da Ordem da Fênix, uma organização dedicada a lutar contra Lord Voldemort e seus Comensais da Morte, junto com seus amigos Sirius Black, Remo Lupin e Pedro Pettigrew.

Durante a guerra, eles desafiaram Voldemort pelo menos em três ocasiões diferentes. Isso fez de seu filho, Harry Tiago Potter, nascido em 31 de julho de 1980, o provável sujeito de uma profecia sobre aquele com poder para derrotar Voldemort.

Sibila Trelawney fez a profecia na frente de Alvo Dumbledore, mas parte dela foi ouvida pelo antigo amigo de Lílian, Snape, que havia se tornado um Comensal da Morte. Ele ficou horrorizado quando Voldemort passou a acreditar que o filho de Lílian era a pessoa da profecia, e avisou Dumbledore sobre os planos do Lord das Trevas, oferecendo-se para fazer qualquer coisa para manter em segurança a mulher que ele ainda amava.

A família Potter se escondeu com seu filho recém-nascido e manteve contato com amigos através de cartas. Em uma carta para Sirius, que havia sido escolhido padrinho de Harry, Lílian mencionou que a família possuía uma companhia felina e relatou uma história sobre Harry voando em uma vassoura de brinquedo, que havia sido um presente de Sirius. O Feitiço Fidelius havia sido colocado na casa deles em Godric's Hollow. No entanto, o fiel do segredo, Pedro Pettigrew, um dos melhores amigos de Tiago em Hogwarts, os traiu contanto a Voldemort sobre a localização.

Em 31 de outubro de 1981, Voldemort entrou na casa deles. Tiago pediu que Lílian pegasse Harry e saísse, enquanto ele o atrasaria. Entretanto, Tiago foi morto antes que Lílian e Harry pudessem escapar da casa. Emboscando mãe e filho no quarto de Harry, Voldemort, honrando o pedido de Snape, ofereceu a Lílian a chance de se afastar.

Suas últimas palavras foram, na verdade, um suplício inútil à um bruxo terrível:


"Harry não! Por favor... tenha piedade... tenha piedade..."


Ela firmemente se recusou a parar de proteger seu filho, e Voldemort a matou. No entanto, devido ao sacrifício de Lílian, Harry ficou marcado pela proteção de seu amor, e a Maldição da Morte de Voldemort rebateu no bebê, destruindo o corpo do Lord das Trevas e temporariamente derrotando-o.

Pós Morte

No entanto, essa não seria a última vez que Harry veria Lílian. Durante seu primeiro ano em Hogwarts, ele tropeçou no Espelho de Ojesed e viu sua mãe e seu pai ao seu lado. Em seu terceiro ano, todas as vezes que encontrava um dementador, ele era forçado a reviver a morte de seus pais.

No quarto ano de Harry, enquanto duelava com Voldemort no cemitério de Little Hangleton, ele presenciou o Priori Incantatem e sombras de sua mãe e seu pai (assim como de outros que a varinha de Voldemort havia matado) saíram da varinha de Voldemort para ajudar na fuga de Harry.

No quinto ano de Harry, ele entrou, por meio da penseira, na memória em que Snape era humilhado por Tiago, e viu sua mãe defendendo Snape. Em 1998, ele reviveu a mesma memória de Snape, assim como outras contendo sua mãe. Finalmente, durante a Batalha de Hogwarts quando Harry acreditou estar caminhando em direção à sua própria morte, ele usou a Pedra da Ressurreição para trazer de volta a imagem de Lílian, assim como a de Tiago, Sirius Black e Remo Lupin. A única neta de Lílian recebeu o nome dela.


"...Não consigo imaginar alguém que a conhecesse e não gostasse dela... muito corajosa... muito engraçada..."


Descrição Física

Lílian Evans era, de acordo com Harry Potter, “muito bonita”. Ela tinha longos cabelos ruivos escuro, e olhos amendoados verdes, herdados por seu neto Alvo Severo Potter.

Personalidade e Características

Lílian era conhecida por ser uma bruxa muito boa e talentosa. Ela era uma excelente aluna, se tornando Monitora-Chefe em seu último ano em Hogwarts. Era a favorita do professor Horácio Slughorn, que notou que ela era inteligente e charmosa.

Ela tinha o hábito de ver o melhor nas pessoas, mesmo quando eles não viam em si mesmos, às vezes defendendo outros que eram criticados, como Severo Snape. Entretanto, quando Lílian não conseguiu mais tolerar o crescente envolvimento de Snape com a Arte das Trevas, ela terminou a amizade, defendendo seus princípios. Ela e seu marido foram também corajosos e se auto-sacrificaram, enfrentando Voldemort três vezes como membros da Ordem da Fênix e morrendo para proteger o filho deles.
Link:http://galeria.potterish.com/thumbnails.php?album=1813

Relacionamentos

Família

Lílian tinha um relacionamento próximo com seus pais e, inicialmente, com sua irmã mais velha, Petúnia. As duas meninas brincavam juntas, e quando Lílian começou a demonstrar habilidades mágicas, Petúnia ficou dividida entre a curiosidade e a desaprovação. Ela desaprovou fortemente quando Lílian estabeleceu uma amizade com Severo Snape, um jovem bruxo que vivia na vizinhança e que desprezava Petúnia Dursley por ela ser uma trouxa, e começou a espioná-los.

Quando Lílian foi convidada a frequentar a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, Petúnia escreveu para o diretor, Alvo Dumbledore, pedindo permissão para que ela pudesse fazer o mesmo. Embora sua recusa tenha sido educada, Petúnia ficou enciumada e amargurada, e considerou sua irmã uma “aberração”. A relação entre elas parece ter deteriorado muito com o tempo, e, mesmo adulta, Petúnia ressentia que seus pais tinham orgulho das habilidades mágicas de Lílian e descontou sua inimizade no único filho de Lílian, Harry.


"Você é... você é uma bruxa."
"Não é bonito dizer isso a uma pessoa!"
Conversa entre Snape e Lílian no dia que se conheceram


Severo Snape

Severo Snape vivia perto da família Evans quando criança e logo começou a espionar Lílian após perceber que ela era uma bruxa. Os dois se tornaram amigos quando ele começou a contá-la sobre o mundo bruxo, e foram melhores amigos até o quinto ano em Hogwarts. Lílian se tornou cada vez mais consternada pela amizade de Snape com pessoas como Avery e Mulciber, que praticavam Arte das Trevas e desdenhavam nascidos trouxa.

Quando Snape acidentalmente chamou Lílian de “sangue-ruim”, durante uma briga com Tiago Potter e Sirius Black, foi a última gota para Lílian, que corretamente acusou Snape de aspirar a se tornar um Comensal da Morte e terminou todos os laços com ele, apesar de ele implorar por perdão. Apesar disso, Snape continuou a amar Lílian, e desertou imediatamente Lord Voldemort quando o Lord das Trevas estabeleceu sua busca aos Potter durante a Primeira Guerra Bruxa. Ele contou a Alvo Dumbledore que faria qualquer coisa para manter Lílian a salvo, desejou que ele estivesse morto quando ela foi morta e se comprometeu a proteger seu filho órfão, apesar de detestá-lo.

Snape guardou um profundo e não correspondido amor por Lílian por quase toda sua vida; quando estava morrendo em 1998, ele pediu que o filho dela o olhasse, para que ele pudesse ver os olhos que Harry herdara de Lílian. Lílian amou Snape como um amigo, e, tragicamente para ele, poderia ter correspondido a esse romântico amor se ele não tivesse sido consumado pela Arte das Trevas.

Tiago Potter

A relação de Lílian com Tiago era inicialmente volátil. Eles se encontraram pela primeira vez no trem a caminho do primeiro ano em Hogwarts, quando Lílian se irritou pelas provocações de Tiago e Sirius Black dirigidas ao amigo dela, Severo Snape. Embora Tiago fosse um aluno popular e um jogador de quadribol, admirado pela maioria, Lílian o considerava um arrogante tirano e o tratava com desprezo. Isso era em partes motivado pelo relacionamento hostil de Tiago com Snape.

Em seu quinto ano, Tiago começou a ter sentimentos românticos por Lílian e se mostrava para tentar impressioná-la, sem sucesso. Ela recusou os vários convites para sair com ele até o sétimo ano, quando Tiago se tornou Monitor-Chefe e Lílian, Monitora-Chefe. Parece que, nessa época, Tiago havia amadurecido e se tornado menos arrogante. Os dois se uniram à Ordem da Fênix após se formarem e se casaram, e tiveram um filho, Harry Tiago Potter.

Etimologia

O nome Lílian vem do nome da flor (lírio), que é um símbolo de pureza. Especificamente, o lírio é muitas vezes associado à Virgem Maria; um tipo da flor é conhecido por lírio Madonna (Nossa Senhora). A mitologia grega também associa lírios às Musas e à deusa Hera, e as flores continuam sendo representantes de pureza e amor na Europa. Na China, lírio significa “para sempre apaixonado”, e acreditava-se que as flores pudessem afastar o mal.


Em inglês: Lily Evans Potter


Livros: PF (pp. 9, 47, 180, 250), CS (pp. 11, 266,), PdA (pp. 29, 30, 148, 170), CdF (p. 530), OdF (pp. 31, 43, 145, 543), EdP (pp. 58, 117, 152, 297), RdM (pp. 270, 515, 535)







ESPECIAIS
<a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Arte">Fan Arts</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/QG_Esfinge">Quizzes</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Portal:Vira-Tempo">Linhas do Tempo</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Penseira">Biografias</a> | <a href="http://wiki.potterish.com/index.php/Portal:Sonorus">Citações</a>



Para correções, sugestões, críticas e elogios, entre em contato! Clique <a href="http://arquivo.potterish.com/?p=con">aqui</a>.