Ações

Harry Potter:Caça às Horcruxes

De Dicionário Madame Pince

Harry Tiago Potter

Menu - Biografia

Relíquias da Morte: Caça às Horcruxes


Fases da vida
Ascendência | Nascimento | Infância | Adolescência | Maturidade
Hogwarts
Primeiro Ano | Segundo Ano | Terceiro Ano
Quarto Ano | Quinto Ano | Sexto Ano
Sétimo Ano
Relíquias da Morte
Caça às Horcruxes
Relacionamentos:

Pais | Lorde Voldemort | Alvo Dumbledore | Duda Dursley | Rony Weasley | Hermione Granger | Severo Snape | Sirius Black | Rúbeo Hagrid | Cho Chang | Gina Weasley | Draco Malfoy | Família Weasley

<--- voltar

Em 1997, Harry jurou deixar Hogwarts para procurar e destruir as Horcruxes de Voldemort. Junto com ele foram Rony e Hermione, que abandonaram as suas famílias para acompanhá-lo. Eles foram forçados a quebrar numerosas leis mágicas para realizar o seu objetivo de destruir Lorde Voldemort.

Harry passou o tempo estudando o seu objetivo, que implicou os feitos passados e A Vida e as Mentiras de Alvo Dumbledore, a identidade de Gerardo Grindelwald, e a lenda das Relíquias da Morte.

A primeira Horcrux que eles encontraram foi o Medalhão de Salazar Slytherin, que Harry pegou do pescoço de Dolores Umbridge em um feito de grande coragem e nervos. O trio então foi forçado a viajar por todas as partes da Grã-Bretanha para evitar a captura, já que eles tinham assaltado empregados do Ministério. Este medalhão, cheio da má energia, causou conflitos entre os amigos e Rony Weasley temporariamente abandonou a equipe.

Enquanto na Floresta do Deão, Harry foi levado a Espada de Godric Gryffindor pela luz de uma corça espectral que acabou sendo o Patrono de Severo Snape. A espada teve a capacidade de destruir a Horcrux que nenhum outro objeto foi capaz de realizar. Foi durante a luta com a espada e o medalhão que ele e Rony foram reunidos.

A posição da segunda Horcrux foi revelada a Harry pela observação perspicaz de Belatriz Lestrange. Ele deduziu que o objeto tinha sido escondido no cofre da sua família em Gringotes, embora na aquisição da Taça de Helga Hufflepuff Harry perdeu a espada de Gryffindor e foi incapaz de destruí-la. Rony e Hermione eliminariam depois a taça com uma presa de Basilisco.

Uma visão de Voldemort ajudou Harry a perceber que o Diadema de Rowena Ravenclaw, a terceira Horcrux, permanecia em Hogwarts. O trio voltou a Hogwarts para obter o diadema, que estava guardado na Sala Precisa quando a sala empreende a forma de uma vasta sala para armazenamento. A sala inteira foi destruída pelo Fogomaldito, criado por Vicente Crabbe na tentativa de matar Harry.

Os eventos culminaram em uma batalha final, já que Voldemort exigiu que Harry e a comunidade de Hogwarts lutassem contra ele. Harry usou a passagem entre o Salgueiro Lutador e a Casa dos Gritos para andar furtivamente até Voldemort. Desse modo ele testemunhou o assassinato de Severo Snape pelas mãos de Voldemort, já Voldemort acreditou que Snape o impedia de ser o verdadeiro proprietário da Varinha das Varinhas. Antes de morrer, Snape deu algumas memórias a Harry para ele examinar na Penseira, as quais informaram Harry que ele deveria sacrificar-se para ser morto por Voldemort. Harry descobriu que ele mesmo era uma Horcrux e que até Voldemort a desconhecia. Como a alma de Voldemort era tão instável, quando ele tentou matar Harry uma parte de sua alma foi colocada dentro de Harry.

Com o coração pesado, ele corajosamente escapou sozinho para executar esta tarefa terrível. Contudo, a “morte" que ele encontrou não foi permanente: o sangue que Voldemort tomou de Harry para restaurar a sua forma física criou uma ligação profunda entre eles, e a vontade de Harry de morrer criou forte proteções em volta das pessoas em Hogwarts semelhante às proteções que ele recebeu do sacrifício de sua mãe.

Voldemort, convencido e impulsivo como sempre, avançou para os jardins de Hogwarts para lutar com os alunos e obter poder. Na sua imprudência, ele subestimou o excepcional bruxo Neville Longbottom, que, em um raro ato cego de coragem, destruiu a cobra gigantesca (e a Horcrux final) Nagini com a Espada de Godric Gryffindor, que ele tirou do Chapéu Seletor do mesmo modo que Harry tinha feito durante o seu segundo ano para derrotar o Basilisco na Câmara Secreta.

Harry preparou-se para finalmente matar Voldemort. Sem o conhecimento de Voldemort, a Varinha das Varinhas, que ele havia roubado da sepultura de Dumbledore, não obedeceria ao mago que a maneja, mas ao mago que a possui; Harry se tornou o seu proprietário legítimo quando ele desarmou Draco Malfoy. Assim, a varinha recusa-se a executar a Maldição da Morte em Harry, que ricocheteia para Voldemort, que finalmente se silencia para sempre.

Harry Potter, em um grande ato de humildade e compaixão, impediu as Relíquias da Morte de serem reunidas guardando a Capa de Invisibilidade, enterrando acidentalmente a Pedra da Ressurreição e, devolvendo a Varinha das Varinhas à sepultura de Dumbledore.

Na destruição de Lorde Voldemort e a subseqüente diminuição de todos os seus poderes, Harry Potter perdeu a habilidade de falar Ofidioglossia. Além do mais, a cicatriz na testa de Harry não teve mais poderes mágicos, e nem lhe causou mais dor a partir daí.


<--- voltar






ESPECIAIS
<a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Arte">Fan Arts</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/QG_Esfinge">Quizzes</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Portal:Vira-Tempo">Linhas do Tempo</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Penseira">Biografias</a> | <a href="http://wiki.potterish.com/index.php/Portal:Sonorus">Citações</a>



Para correções, sugestões, críticas e elogios, entre em contato! Clique <a href="http://arquivo.potterish.com/?p=con">aqui</a>.