Ações

Dobby

De Dicionário Madame Pince

Dobby

(? - 1998)

Dobby foi um elfo doméstico que serviu a família dos Malfoy. Durante o segundo ano de Harry Potter em Hogwarts, ele tentou alertar o garoto sobre a trama de reabertura da Câmara Secreta. No mesmo ano, Harry libertou Dobby dos Malfoy. Ele então foi trabalhar nas cozinhas da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Ele foi à Mansão dos Malfoy para salvar as vidas de Harry e seus amigos Rony Weasley, Hermione Granger, Luna Lovegood, Dino Thomas, Gancho e Sr. Olivaras dos Comensais da Morte, mas foi morto no processo.


Elfo doméstico da família Malfoy

Dobby foi o elfo doméstico da Família Malfoy, servindo Lúcio Malfoy, sua esposa Narcisa, e seu filho Draco. Eles tratavam Dobby como um escravo, muitas vezes o relembrando de se punir ainda mais, caso ele esquecesse de se punir por algo do passado. Entretanto ele sempre fazia como era mandado e queria muito ser livre dos Malfoy.


A trama da Câmara Secreta

Dobby sabia do plano de reabertura da Câmara Secreta durante o segundo ano de Harry Potter em Hogwarts. Provavelmente isso se deve ao fato de que os Malfoy viam Dobby como um insignificante escravo e porque eles sabiam que elfos domésticos não podiam violar as ordens de seus mestres. Dobby foi à casa dos Dursley para alertar Harry a não voltar para a escola, porém ele não teve sucesso. Entretanto, Dobby administrou algumas visitas a Harry, incluindo uma enquanto ele estava na ala hospitalar da escola.

Próximo ao fim do ano, Lúcio Malfoy veio à escola com Dobby para ver o diretor Alvo Dumbledore. Aqui, percebendo que Dobby pertencia aos Malfoy, Harry enganou o Sr. Malfoy ao dar a Dobby uma de suas meias usadas. Deste ponto em diante, ele era um elfo livre.


Trabalhando nas cozinhas

Depois de se tornar um elfo livre, Dobby foi contratado por Alvo Dumbledore para trabalhar nas cozinhas de Hogwarts por um Galeão por semana. Hermione Granger ficou inicialmente indignada com a quantia paga, mas Dobby explicou que ele requisitara a quantia, e que Dumbledore tinha oferecido mais. Foi por volta dessa época que Hermione formou a organização chamada F.A.L.E..

Quando Winky, a elfa doméstica de Bartô Crouch, ganhou roupas para se livrar de sua servidão, ela não aceitou isso como uma recompensa, mas sim como uma punição, um fracasso vergonhoso. Ela conseguiu trabalho em Hogwarts também, mas quando começou a beber excessivamente, Dobby cuidou dela. Por um tempo, Dobby e Winky eram os únicos que limpariam a Torre da Grifinória, já que Hermione escondera peças de roupa no meio da bagunça, as quais libertariam qualquer elfo que lá limpasse. No entanto, isto era um prazer para Dobby, pois permitia que ele visse Harry Potter e seus amigos, incluindo Rony Weasley, a quem ele chamava de o “wheezy” de Harry Potter.


O Torneio Tribruxo

Bartô Crouch Junior, disfarçado como Alastor Moody, enganou Dobby para roubar um pouco de guelricho para dar a Harry Potter para a segunda tarefa do Torneio Tribruxo. Isto permitiu a Harry respirar debaixo d’água e recuperar Rony Weasley e Gabrielle Delacour do lago.


A amizade com Aberforth Dumbledore

Dobby continuou a trabalhar nas cozinhas de Hogwarts, mas era um estranho entre os outros elfos do castelo. Ao longo de seu emprego em Hogwarts, Dobby conquistou uma amizade próxima com Aberforth Dumbledore e passou muito tempo na casa dele em Hogsmeade, indo e vindo da escola através de um túnel secreto.


A Armada de Dumbledore

Em 1995, quando Dolores Umbridge baniu todos os clubes em Hogwarts, Harry Potter perguntou a Dobby, indiferentemente, por um lugar secreto em que eles pudessem se reunir para a Armada de Dumbledore. Dobby, no entanto, lhe contou sobre a Sala Precisa e como entrar nela. Harry Potter fez uso dela com êxito e assim foi capaz de começar as reuniões da Armada de Dumbledore.

Quando Marieta Edgecombe revelou a Armada de Dumbledore para Dolores Umbridge, Dobby imediatamente alertou Harry de que a Brigada Inquisitorial iria atacar.


O resgate na Mansão dos Malfoy

Um dia no início de 1998, Dobby foi mandado por Aberforth para salvar Harry e seus amigos da casa dos Malfoy. Como ele podia aparatar para dentro e fora da Mansão, Harry o instruiu a pegar primeiro Luna Lovegood, Dino Thomas e o Sr. Olivaras do porão e depois retornar. Ele o fez, levando os três ao Chalé das Conchas, a casa de Gui Weasley e sua esposa Fleur Delacour. Dobby então retornou a tempo para levar Harry, Rony Weasley e Hermione Granger ao Chalé das Conchas, mas foi atingido no peito por uma facada de Belatriz Lestrange.


O funeral do elfo livre

Depois que Dobby morreu, Harry Potter cavou um túmulo para ele entre dois arbustos próximos ao Chalé das Conchas sem o uso de magia, e mais tarde se juntaram a ele Rony Weasley e Dino Thomas. Luna Lovegood fechou os olhos do elfo antes que Harry o colocasse dentro do túmulo. Ela fez então um curto agradecimento a Dobby, seguido de Rony, Dino e Harry, e só então o elfo foi enterrado. Hermione, Fleur, Gui, o duende Gancho e o Sr. Olivaras também estavam presentes no funeral de Dobby.

Harry demorou-se o bastante, depois que o elfo foi enterrado, para escrever uma inscrição em uma pedra próxima ao túmulo, que dizia, “Aqui jaz Dobby, um elfo livre”.


Consequências

Gancho foi afetado positivamente pela demonstração de humildade e amor de Harry pelo elfo doméstico, ajudando em sua decisão de ajudar Harry Potter a recuperar a horcruxe do Gringotes, o banco dos bruxos.

Monstro, o próprio elfo doméstico herdado por Harry Potter, liderou os elfos domésticos de Hogwarts na Batalha de Hogwarts, movido pelo bom tratamento que Harry dava aos elfos domésticos.



Pessoal

Descrição física: Dobby era um elfo doméstico, muito mais baixo em estatura que os humanos, medindo apenas cerca de um metro. Ele tinha olhos grandes, como bolas de tênis e longas orelhas pontudas. Antes de ser livre, ele vestia uma fronha que cobria todo o seu corpo, e era louco por meias, especialmente se elas não fossem do mesmo par.
Traços psicológicos: Dobby era corajoso, um elfo doméstico fiel, que desejava pôr-se em situações de perigo quando sabia que era a coisa certa a fazer. Ele também era muito leal aos poucos amigos que tinha. Considerava-se um bom elfo doméstico, embora os outros elfos pareciam achar seus desejos e proclamações, por ser um elfo doméstico livre, vergonhosos.

O presente favorito de Dobby, que ele mais gostava de ganhar, eram meias, e ficaria desconcertado se recebesse duas do mesmo modelo. Ele muitas vezes daria meias como presentes também.

Dobby refere-se a si mesmo na terceira pessoa (“Dobby terá que se punir com a maior severidade por ter vindo, senhor”) e tende a misturar os tempos verbais (“Eu tinha sete agora, senhor”). Dobby refere-se a Rony como o Wheezy de Harry Potter.



Mais informações

Sobre a morte de Dobby a autora J.K. Rowling declara: "Eu imagino que você poderia dizer muito trivialmente que Dobby teve que morrer para que ele não pudesse contar a Harry quem o havia enviado." [enviado por Aberforth] "Mas esta não é a resposta. Para mim a morte de Dobby despertou Harry para o que ele estava fazendo."


Em inglês: Dobby


Livros: CS (p. 17, 18, 19, 30), CdF (p. 299, 300), OdF, RdM
Potterish: JK Rowling comenta sobre personagens secundários (Notícia)







ESPECIAIS
<a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Arte">Fan Arts</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/QG_Esfinge">Quizzes</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Portal:Vira-Tempo">Linhas do Tempo</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Penseira">Biografias</a> | <a href="http://wiki.potterish.com/index.php/Portal:Sonorus">Citações</a>



Para correções, sugestões, críticas e elogios, entre em contato! Clique <a href="http://arquivo.potterish.com/?p=con">aqui</a>.