Ações

Comensais da Morte

De Dicionário Madame Pince

(Redirecionado de Comensal da Morte)

Comensais da Morte

Os Comensais da Morte eram um grupo de bruxos e bruxas das Trevas que seguiram Lord Voldemort. Eles comumente usavam capas negras com fendas de olhos semelhantes às cobras para cobrir suas faces. Apenas o círculo íntimo de Comensais da Morte possuíam a Marca Negra queimada em seu antebraço esquerdo. Quando Voldemort tocava um deles, cada um destes Comensais da Morte a sentiam, permitindo-lhes aparatar ao lado de seu líder.
Comensal da Morte.jpg

Ideologia

Ideologicamente, os Comensais da Mortes buscavam destruir os Trouxas e os bruxos e bruxas de linhagem trouxa, e tomar o controle do mundo bruxo, assim como restaurá-lo aos de sangue-puro. Os Comensais da Morte idealizavam os bruxos sangue-puro, o que é irônico, considerando que seu líder, Lord Voldemort, era um mestiço de pai trouxa.

Nem todos eles podiam alegar que eram sangue-puros, e de fato verdadeiros sangue puro provavelmente não existem, uma vez que esta afirmação é baseada em genealogia seletiva; possivelmente muitos deles eram mestiços agarrando-se aos seus ancestrais de sangue-puro. Um deles era Severo Snape, o filho de um homem trouxa e de uma bruxa sangue-puro. Julgando a reação de Belatriz Lestrange ao ouvir de Harry Potter que Voldemort era mestiço, o Lorde das Trevas muito provavelmente mentiu para seus seguidores sobre ser sangue-puro.

Os Comensais da Morte também atacaram os sangue-puros que se opuseram a eles, como Gideão e Fábio Prewett, que eram membros da Ordem da Fênix. Seus principais alvos, porém, eram nascidos trouxas, odiados por Comensais já que acreditavam que eles não deveriam ser permitidos a ter acesso ao mundo bruxo, levando-se em conta o seu aprisionamento em massa de nascidos trouxas durante o auge da Segunda Guerra Bruxa.

É possível que alguns Comensais da Morte acreditassem na teoria que sua propaganda levou adiante -- a de que os nascidos trouxas roubaram a mágica dos "verdadeiros" bruxos e bruxas -- ainda que esta podia não passar de uma desculpa para enviar nascidos trouxas à Azkaban.

De qualquer forma, os Comensais da Morte tinham os nascidos trouxas como inferiores e não merecedores de usar magia, e consideravam aqueles que discordavam, então conhecidos como traidores do sangue, igualmente ruins. Porém, em "raras circunstâncias", um nascido trouxa poderia receber permissão para se tornar um Comensal da Morte.

Assume-se também que enquanto Voldemort estava tentando descobrir maneiras de superar a morte, os Comensais da Mortes buscavam objetivos similares, esperando que ao seguir Lord Voldemort, ele dividiria seus segredos descobertos com eles.

Apesar de alguns Comensais da Morte aparentarem ser fanaticamente leais a Voldemort, como Belatriz Lestrange e Bartô Crouch Jr., muitos pareciam servi-lo principalmente por medo. Tão logo ele fora derrotado em 1981, muitos imediatamente renunciaram sua lealdade e não tentaram encontrar Voldemort nos anos subsequentes. Aqueles que causaram tumulto na Copa Mundial de Quadribol, de 1994 também fugiram quando a Marca Negra foi lançada.

Gui Weasley especulou na época que aqueles Comensais da Morte estavam "ainda mais assustados ao ver ele voltar que o resto de nós". Porém, a maioria aparatou ao seu lado se estivessem em condições, quando Voldemort os chamou em seu retorno, alegando que haviam sido leais o tempo todo.

História

Origens e a Primeira Guerra

Em 1970, os Comensais da Morte eram uma organização formada de pessoas que Tom Servolo Riddle, agora Lord Voldemort, conhecia do tempo que passou em Hogwarts assim como seus parentes. Quase todos os recrutados eram da casa Sonserina quando estudantes. Ativamente recrutando um exército de Bruxos das Trevas e criaturas, com a crença de que seus Horcruxes escondidos o concederiam imortalidade, Voldemort e seus seguidores planejaram a queda do Ministério e governar de seu próprio modo.

A atividade dos Comensais da Morte durante a Primeira Guerra Bruxa consistia em ataques a bruxos, bruxas e um grande número de Trouxas. Estes eram frequentemente iniciados por Comensais da Morte, mas nem sempre, sob ordens de Voldemort. Quando o Ministério da Magia não sofreu o colapso ostensivo nos onze anos do reinado de Voldemort, os Comensais da Morte começaram a atacar famílias bruxas proeminentes. Como resultado disso, o medo tomou conta da larga comunidade bruxa, mas os Comensais da Mortes continuaram a ser confrontados pela Ordem da Fênix, fundado por Alvo Dumbledore.

No auge da guerra, Severo Snape reportou a Lord Voldemort parte da profecia que ouvira quando escutava a conversa entre Dumbledore e Sibila Trelawney, que predizia que ou Harry Potter, filho dos membros da Ordem Tiago e Lílian Potter, ou Neville Longbottom, filho de Alice e Franco Longbottom, seria o destinado a destruir Voldemort.

Voldemort atacou os Potter pessoalmente, enxergando-os como um perigo maior a ele. Apesar de estar sob a proteção do Feitiço Fidelius, Voldemort foi capaz de chegar à sua casa porque Tiago confiou seu velho amigo Pedro Pettigrew como Fiel do Segredo, e Pettigrew subsequentemente traiu o segredo a Voldemort.

Snape foi incapaz de ouvir a profecia inteira, incluindo o anúncio de que o próprio Voldemort marcaria o seu igual. Apesar de Voldemort matar Tiago Potter e, a despeito dos pedidos de Snape que ela fosse poupada, Lílian, a Maldição da Morte ricocheteou em Harry e atingiu Voldemort, destruindo seu corpo vivo. Contudo, por conta de sua extensiva performance de magia das Trevas, a alma de Voldemort sobreviveu e escapou.

Com o desaparecimento de seu líder, os Comensais da Morte entraram em grande caos. Muitos foram recolhidos e presos sem julgamento, como parte da linha dura tomada pelo oficial do Ministério, Bartô Crouch. Sirius Black, que fora encriminado pelos crimes de Pettigrew, esteve entre aqueles presos em Azkaban sem julgamento.

Logo depois, Belatriz, Rodolfo e Rabastan Lestrange, assim como Bartô Crouch Jr., torturaram os Longbottom até levá-los a loucura enquanto tentavam adquirir informações sobre a localização de Voldemort. Eles foram capturados e sentenciados a Azkaban, mas Belatriz orgulhosamente proclamou que o Lorde das Trevas se reegueria novamente.

Entre Guerras

Alguns Comensais da Morte conseguiram evitar a justiça alegando que a Maldição Imperius havia sido usada neles, como Lúcio Malfoy, ou entregando outros Comensais da Morte, como Igor Karkaroff fez. A maioria dos seguidores esconderam sua lealdade a Voldemort e, portanto, não tentaram encontrá-lo. Embora um punhado de Comensais da Morte, como os Lestrange e Bartô Crouch Jr., permaneceram ferozmente leais ao seu mestre arruinado e procuraram-no. Eles supostamente seriam recompensados por Voldemort por sua lealdade.

Irrupções de atividades de Comensais da Morte aconteciam, ainda que rara e esporadicamente, durante os treze anos da ausência de Voldemort. Talvez o evento mais notável tenham sido os tumultos na quadricentésima vigésima segunda Copa Mundial de Quadribol, de 1994, durante a qual um grupo de Comensais da Morte atacaram o campo de bruxos e bruxas assim como também uma família Trouxa próxima. Os Comensais da Mortes pareciam considerar a tortura e a humilhação de Trouxas como uma forma de entretenimento.

A Irrupção da Segunda Guerra Bruxa

Em junho de 1995, Lord Voldemort finalmente retornou a um corpo físico através de uma poção das trevas criada por Pedro Pettigrew. O corpo tinha a forma humana, apesar de não ter cabelos e possuir muitas características serpentinas como fendas no lugar de narinas.

Momentos após Lord Voldemort finalmente recuperar seu corpo, ele invocou seus seguidores tocando a Marca Negra de Peter Pettigrew. Alguns mostraram medo demais de retornar a ele, como o desertor Igor Karkaroff, enquanto outros que estavam mortos ou presos permaneceram ausentes.

Severo Snape não retornou sob o pretexto de que deveria aparentar mais leal a Dumbledore e à Ordem da Fênix; Snape retornou duas horas depois. Apesar de diversas ausências, diversos responderam ao seu chamado, incluindo Lúcio Malfoy, Nott, Crabbe e Goyle, que tinham filhos em Hogwarts.

Harry Potter estava presente durante o retorno de Voldemort ao poder, e até mesmo duelou e o venceu em uma espetacular exibição de Priori Incantatem, revelando que os núcleos das varinhas de Voldemort e de Harry eram parentes. Harry consegui escapar e informar ao Diretor, Alvo Dumbledore, o retorno de Voldemort.

O Ministro da Magia, Cornélio Fudge, e a maioria do Ministério da Magia originalmente se recusou a acreditar que Lord Voldemort havia retornado. Ainda que Harry Potter e Alvo Dumbledore tenham servido como vozes divergentes, a maioria do público escolheu acreditar no Ministério, assim como em sua maior propaganda e campanha defamatória contra Potter e Dumbledore, impressa em escoadouros de notícias como o Profeta Diário.

Tentativa de obter a Profecia

Armados com esta vantagem, os Comensais da Morte mantiveram um perfil baixo para manter sua posição no mundo bruxo. Em parte, por conta da recusa do Ministério em remover os Dementadores de Azkaban, uma proposta apoiada por Dumbledore imediatamente em seguida ao retorno de Voldemort, os Comensais da Morte informalmente recrutaram os Dementadores para a causa. Progresso similar ocorreu com os gigantes. A quieta revolta dos Dementadores estimulou uma fuga em massa de Comensais da Morte aprisionados em Azkaban no começo de 1996.

No começo do verão de 1996, Voldemort enviou um grupo de doze Comensais da Morte, liderados por Lúcio Malfoy, ao Departamento de Mistérios para roubar a profecia relacionada a ele próprio e a Harry Potter. Por originalmente ter atacado Harry Potter baseado em um relato recontado parcialmente, Voldemort agora desejava ouvir a versão completa para entender inteiramente a natureza da conexão entre ele e Potter. Harry foi atraído para lá, junto com outros 5 membros da Armada de Dumbledore, quando Voldemort usou a conexão entre eles para dar a Harry a visa de seu padrinho sendo torturado.

Entretanto, Harry e seus amigos conseguiram evitar os Comensais da Morte e a profecia foi eventualmente destruída. A batalha se sucedeu entre os Comensais da Morte e diversos membros da Ordem da Fênix. Onze dos doze Comensais da Morte foram capturados; Voldemort e Belatriz Lestrange fugiram, mas não antes que oficiais do Ministério testemunhassem o retorno do Lorde das Trevas.

Guerra Aberta

O ataque foi um fracasso para os Comensais da Morte pois sua reativação não era mais um segredo e diversos membros foram deportados para Azkaban, e o retorno de Voldemort foi provado para o Ministério cético. Finalmente revelados à comunidade bruxa, os Comensais da Morte procederam a continuar seu estilo de vida e comportamento anterior. Seqüestrando, torturando, e assassinatos de bruxos, bruxas e Trouxas começaram novamente enquanto a Segunda Guerra começava.

Vitória em Hogwarts

Durante a Segunda Guerra Bruxa, Voldemort criou um plano para se livrar de Alvo Dumbledore. No término do ano letivo de Hogwarts em Junho de 1997, Alvo Dumbledore foi morto pela Maldição da Morte de Severo Snape na Torre de Astronomia de Hogwarts. Ele havia sido previamente debilitado à beira da exaustão por um veneno desconhecido.

Após convencer Draco Malfoy a abrir mão de seus planos de assassiná-lo, Severo Snape e quatro outros Comensais da Morte vieram à tona. Snape finalmente matou Dumbledore. Após sua morte, os Comensais da Morte foram perseguidos por membros da Ordem da Fênix, e os Comensais da Morte foram forçados a recuar.

Entre os Comensais da Morte presentes, estavam os irmãos Aleto e Amico Carrow, Yaxle, Thor Rowle, Gibbon, Ferir Greyback e Belatriz Lestrange. Gui Weasley foi atacado pelo lobisomem Fenrir Greyback e recebeu cicatrizes em seu rosto, mas por Greyback não estar completamente transformado na hora do ataque, Gui carregou sintomas mínimos de licantropia. Do lado dos Comensais da Morte, a única morte foi a de Gibbon, morto por uma Maldição da Morte perdida de um Bruxo das Trevas companheiro.

O Último Ano

Conspirações e Táticas

Voldemort começou a compreender melhor suas falhas em matar Harry Potter, e com seus Comensais da Morte, planejou diversos percursos de ação. Um deles era causar a queda do Ministério da Magia. Outro era capturar Harry Potter e matá-lo. Enquanto Voldemort saiu em em suas próprias expedições pessoais e permaneceu fora do olhar da comunidade bruxa, ele trabalhou através de outros, incluindo Yaxley no Ministério e Severo Snape e os Carrows em Hogwarts.

O lugar de encontro para os Comensais da Morte era a Mansão Malfoy. Neste lugar, os Comensais da Morte faziam relatórios e o Lorde das Trevas os davam ordens. Em uma ocasião, Voldemort recebeu informações sobre o que acontecia no Ministério da Magia por Yaxley, ainda que estivesse mais impressionado com os relatos de Snape a respeito dos planos da Ordem da Fênix de mover Harry Potter.

Voldemort também ridicularizou Belatriz Lestrange e os Malfoys pelo casamento entre Remo Lupin, um conhecido lobisomem e Ninfadora Tonks, uma parente deles. Nesta reunião, Caridade Burbage, uma professora de Estudo dos Trouxas em Hogwarts, foi morta por Voldemort e servido como comida à Nagini. Voldemort também tomou a varinha de Lúcio Malfoy para lutar contra Harry Potter, acreditando que sua própria era inferior à varinha de Harry.

Atentado contra Harry Potter

Ainda confrontado pela Ordem da Fênix e a Armada de Dumbledore, que sabia que não era seguro confiar no Ministério da Magia, Voldemort sabia através de Snape que Harry Potter seria movido da casa de seus tios dias antes de seu aniversário de dezessete anos, quando os feitiços que o protegiam seriam quebrados. Os detalhes exatos desta ação eram, em sua maior parte, desconhecidos para os Comensais da Morte, ainda que Snape tenha manipulado Mundungo Fletcher com mágica e sabia dos planos, apenas contando ao Lorde das Trevas o suficiente para demonstrar lealdade.

Quando a congregação de membros da Ordem da Fênix e da Armada de Dumbledore, incluindo Alastor Moody, Quim Shacklebolt, Ninfadora Tonks, Remus Lupin, Rúbeo Hagrid, Gui Weasley, Fleur Delacour, Arthur, Fred, Jorge e Rony Weasley, Mundungo Fletcher e Hermione Granger, junto do próprio Harry Potter, deixava a casa dos Dursley, os Comensais da Morte atacaram imediatamente.

Eles não conseguiam dizer imediatamente qual par incluía o verdadeiro Harry Potter, pois seis pessoas da congregação haviam tomado a Poção Polissuco. Foi assumido que Harry estaria com os membros mais fortes, então Moody e Quim Shacklebolt foram atacados fervorosamente no começo.

Durante a batalha subsequente, Snape usou Sectumsempra para atacar o Comensal da Morte na sua frente, mas errou e cortou fora a orelha de Jorge Weasley. Belatriz Lestrange tentou matar Tonks com muito afinco, mas foi mal sucedida, enquanto a própria Tonks conseguiu ferir Rodolfo Lestrange. Alastor Moody foi morto pelo próprio Voldemort. Entretanto, vários Comensais da Morte foram feridos, e um foi supostamente morto.

Quando Harry Potter usou o Expelliarmus, que consideravam ser o feitiço registrado de Potter, contra Stan Shunpike, que estava sob a Maldição Imperio, eles sabiam que o verdadeiro Harry estava com Hagrid. O próprio Voldemort estava presente, voando sem a ajuda de uma vassoura, e liderou o ataque contra Harry.

Apesar de suas tentativas de capturar o menino, eles foram demovidos pelos feitiços de Harry, a coragem abnegada de Hagrid, e finalmente, quando Harry cruzou um feitiço protetor na casa de Ted Tonks. A varinha de Lúcio foi quebrada por um feitiço lançado pela varinha de Harry, enfurecendo Voldemort ainda mais.

A Queda do Ministério

No dia 1º de Agosto de 1997, o Ministério da Magia sofreu um golpe e o Ministro da Magia Rufo Scrimgeour foi morto. Pio Thicknesse foi instalado em seu lugar, controlado pela Maldição Imperio e servindo efetivamente como o fantoche de Voldemort, e diversos Comensais da Morte se tornaram empregados do Ministério.

Os Comensais da Morte usaram os recursos do Ministério para eliminar as defesas da Ordem da Fênix, atacando A Toca e outras casas de membros da Ordem, assim como a de alguns de seus aliados, como Ted e Andromeda Tonks. Embora ninguém tenha sido morto, muitos foram feridos em interrogações sobre a localização de Harry Potter, e todos foram subsequentemente postos sob vigilância.

Sob o controle dos Comensais da Morte, o Ministério criou a Comissão de Registro dos Nascidos Trouxas, um instrumento de humilhação e perseguição contra nascidos trouxas, que era falsamente acusado de terem "roubado" magia e era encarcerados em Azkaban por isso. Propaganda contra nascidos trouxas e Harry Potter foi espalhada; Harry foi considerado o Indesejável Nº1 e foi criado uma recompensa por sua captura. A Maldição do Tabu foi também posto no nome de Voldemort como um método de localizar dissidentes.

Diretor Snape

A presença na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts se tornou obrigatória durante o ano letivo de 1997-1998, pois Voldemort queria toda a população sob seu controle, assim como um modo de extirpar nascidos trouxas. Estudantes eram obrigados a provar o status de seu sangue, e qualquer e toda criança nascida trouxa capturada era enviada para a Comissão de Registro dos Nascidos Trouxa e então mandados à Azkaban.

Severo Snape foi nomeado como Diretor, ainda que tenha sofrido forte oposição de Minerva McGonagall e outros professores, assim como os membros restantes da Armada de Dumbledore, incluindo Neville Longbottom, Luna Lovegood e Gina Weasley. Eles encorajaram rebelião, salvaram estudantes de detenções e eventualmente pararam de assistir às aulas e se recolheram na Sala Precisa.

Os Carrows também estavam na escola, com Amico Carrow ensinando Defesa Contra as Artes das Trevas, ainda que na verdade, ele ensinasse Artes das Trevas. Estudantes favorecidos, como Vicente Crabbe e Gregório Goyle eram encorajados a praticar a Maldição Cruciatus em quebradores de regras. Sua irmã, Aleto Carrow, assumiu Estudo dos Trouxas, ainda que o curso tenha se tornado uma lavagem cerebral da superioridade dos bruxos sobre os Trouxas.

Fuga da Mansão Malfoy

Durante o tempo que Harry Potter passou escondido dos Comensais da Morte, ele acidentalmente disse o nome de Voldemort, então ativando o Tabu posto em seu nome. Ele, Rony e Hermione foram capturados por um grupo de sequestradores liderados por Fenrir Greyback e trazidos para a Mansão Malfoy, onde foram confrontados por Belatriz Lestrange e os Malfoy.

Antes que Lúcio ou Belatriz pudessem chamar o Lorde das Trevas, Belatriz reconheceu a espada de Godrico Gryffindor junto com as possessões do trio e interrogou Hermione usando a Maldição Cruciatus para descobrir onde eles conseguiram o item.

Ela mentiu, alegando que era apenas uma cópia, uma história que Harry convenceu o duende Grampo a apoiar. No meio tempo, Dobby, o elfo doméstico ajudou a salvar Harry, Rony, Olivaras, e Luna Lovegood do porão. Ele, Harry e Rony salvaram Hermione e Grampo e tomaram várias varinhas dos ocupantes da casa antes de fugir; Dobby foi morto por Belatriz no processo.

Como punição por terem invocado-o sem a posse bem sucedida de Potter, Voldemort puniu todos os presentes e os proibiu de deixar a mansão.

Destruição dos Horcruxes de Voldemort

Sem o conhecimento de Voldemort ou seus Comensais da Morte, Harry, juntamente com Rony e Hermione, estavam buscando as Horcuxes de Voldemort. Régulo Black já havia removido o medalhão de Salazar Slytherin de seu esconderijo, ainda que tenha sido incapaz de destruí-lo.

Alvo Dumbledore destruiu o Anel de Gaunt com a espada de Godrico Gryffindor e o Diário de Tom Riddle foi destruído por Harry em seu segundo ano com o dente de basilisco. Graças à ajuda de Snape através de seu patrono de corça, Rony Weasley pôde encontrar a espada de Gryffindor e destruir o medalhão Horcrux.

Harry Potter concluiu pelo comportamento de Belatriz na Mansão Malfoy que um horcrux estava em seu cofre no Banco de Gringotes. Com a ajuda de Grampo, Harry, Rony e Hermione entraram no banco e tomaram a Taça de Helga Hufflepuff, fugindo em um dragão. A Taça foi então destruída por Hermione Granger usando o dente de basilisco quando ela e Rony entraram na Câmara Secreta.

Ainda que os três companheiros tenham sido bem sucedidos, Voldemort descobriu, ao ouvir sobre a aventura de Harry no banco, que eles estavam buscando seus horcruxes. Em pânico, ele foi aos lugares em que os horcruxes estavam escondidos, finalmente deixando Hogwarts, mas no processo, acabou revelando a Harry Potter que Hogwarts era, de fato, o último lugar a ir.

A Batalha de Hogwarts

Voldemort, em conjunto com seus Comensais da Morte e outros aliados, atacaram Hogwarts e aqueles a defendendo em maio de 1998. Durante esta batalha, Harry, Hermione e Rony conseguiram encontrar o último horcrux, o Diadema de Ravenclaw, na Sala Precisa. Foi acidentalmente destruída por Vicente Crabbe com sua maldição Fogomaldito descontrolada.

No meio tempo, os Comensais da Morte e seus aliados atacavam o castelo; Fred Weasley morreu em uma explosão causado por Augusto Rookwood, e Remo Lupin e Ninfadora Tonks foram mortos em duelos contra Antônio Dolohov e Belatriz Lestrange, respectivamente. Voldemort fez Nagini matar Severo Snape, acreditando que isso o tornaria o verdadeiro mestre da Varinha das Varinhas, e então lançou um ultimato ao outro lado: Harry deveria se entregar dentro de uma hora, ou todos em Hogwarts seriam mortos.

Foi então revelado que o próprio Harry havia sido acidentalmente transformado em horcrux. Ele recebeu uma Maldição da Morte por vontade própria de Lord Voldemort para destruí-lo, mas porque o sacrifício de sua mãe morava em seu sangue, o sangue que o próprio Voldemort recebeu para recuperar o corpo, Harry não foi morto. Por ele ser o verdadeiro mestre da Varinha das Varinhas, Harry ganhou o duelo final, matando Voldemort de uma vez por todas.

Após a batalha ter sido perdida pelos Comensais da Morte, muitos dos que sobreviveram foram presos, enquanto outros se esconderam. Após a morte de Voldemort, as Marcas Negras nos antebraços dos Comensais desbotaram-se em cicatrizes.

Os conhecidos são:


Em inglês: Death Eaters


Livros: CdF (p. 117), EdP (p. 284)







ESPECIAIS
<a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Arte">Fan Arts</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/QG_Esfinge">Quizzes</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Portal:Vira-Tempo">Linhas do Tempo</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Penseira">Biografias</a> | <a href="http://wiki.potterish.com/index.php/Portal:Sonorus">Citações</a>



Para correções, sugestões, críticas e elogios, entre em contato! Clique <a href="http://arquivo.potterish.com/?p=con">aqui</a>.