Ações

Câmara secreta

De Dicionário Madame Pince

Câmara Secreta

Guardada por duas estátuas de pedra em forma de cobra, é uma câmara subterrânea muito comprida e mal-iluminada. Colunas de pedra entrelaçadas com cobras em relevo sustentam o teto (que fica oculto pela escuridão), e, no lado oposto, está uma enorme estátua de Salazar Slytherin com vestes esvoaçantes, de cuja boca fica uma abertura da onde sai o monstro da Câmara. A Câmara é iluminada por uma luz esverdeada, e por anos pensou-se que fosse apenas uma lenda.
De acordo com essa antiga lenda, Salazar Slytherin, um dos quatro bruxos que fundou Hogwarts e deu seu sobrenome a uma das quatro Casas, antes de deixar o castelo por divergências ideológicas (ele acreditava que apenas bruxos de sangue puro poderiam estudar em Hogwarts) construiu um lugar secreto, para ser encontrado por algum herdeiro seu, onde ficaria escondido um basilisco capaz de matar todos os bruxos nascidos trouxas (chamados pelo termo preconceituoso "sangues-ruins"), que, de acordo com Slytherin, eram indignos de estudar em Hogwarts.
Fascinado por ter descoberto ser um herdeiro de Slytherin, Tom Servolo Riddle, um mestiço que compartilhava dos ideais puritanos de seu ancestral, se esforçou para tentar encontrar a Câmara Secreta e soltar seu monstro. Após vários anos de busca, no seu sexto ano de estudos, Riddle conseguiu seu objetivo. A lenda se provou verdadeira em 1943, ano em que vários ataques começaram a acontecer na escola, e finalmente culminaram na morte de uma aluna da Corvinal, hoje em dia conhecida como Murta Que Geme. Sob ameaça de Hogwarts ser fechada, Tom Riddle, monitor, colocou a culpa dos ataques em Rúbeo Hagrid e sua acromântula, Aragogue. Hagrid foi expulso, mas nunca preso, e Riddle ganhou um Prêmio por Serviços Especiais Prestados à Escola.
Caso novos ataques acontecessem, Hogwarts seria fechada e ficaria provado que Hagrid não era culpado. Por causa disso, Tom Riddle foi obrigado a adiar seus planos. Fez uma Horcrux com seu diário e, anos mais tarde, deixou-o em posse de Lúcio Malfoy, com o conhecimento de que o Diário abriria a Câmara Secreta, mas para que Lúcio aguardasse instruções. Porém, após a queda de Voldemort, Lúcio aproveitou uma oportunidade de usar o Diário como forma de se livrar de um inimigo pessoal, Arthur Weasley, e implantou o Diário de Riddle entre os materiais escolares de Gina Weasley, filha de Arthur.
Gina começou a escrever no Diário e a receber respostas de escritas dele. Vendo Riddle como um confidente e um amigo, Gina colocou tantos pensamentos na Horcrux que fortaleceram a alma de Voldemort, que logo começou a dominar a garota. Na noite de 31 de outubro de 1992, a gata do zelador aborto Argo Filch, Madame Nora, foi petrificada após ver o basilisco pela poça d'água do banheiro da Murta. A gata foi pendurada na parede, junto com a inscrição "A Câmara Secreta foi aberta. Inimigos do herdeiro, cuidado", um aviso aos bruxos nascidos trouxas. Essa segunda abertura da Câmara Secreta causou um pânico geral em Hogwarts, com alunos tentando se proteger com amuletos e acusando-se mutuamente.
Harry Potter, Rony e Hermione suspeitavam da culpa de Draco Malfoy, mas, após uma conturbada investigação com o uso de Poção Polissuco, ficou provado que Draco era inocente. Após descobrirem que Harry era ofidioglota, muitos alunos tiveram certeza que ele era o herdeiro, e até o próprio Harry ficou em dúvida se não poderia ser herdeiro de Slytherin. Dominada pelo Diário, Gina Weasley tentou livrar-se dele, mas ele foi encontrado por Harry, e Riddle, através de um mecanismo semelhante ao da penseira, mostrou a ocasião em que capturou Hagrid para o garoto. Assim, o trio ficou desconfiado que Hagrid era o herdeiro, e assim tembém pensou o Ministro da Magia Cornélio Fudge, obrigado a prender Hagrid em Azkaban por pressão da opinião pública, já que a ficha criminal de Hagrid o condenava. Gina viu o Diário em posse de Harry, e invadiu o dormitório para recuperá-lo, com medo do que Riddle poderia contar a Harry sobre ela e seu amor pelo garoto.
Após a petrificação de Hermione, Harry e Rony não viram outra saída a não ser ir atrás de Hagrid, mas chegaram na noite em que ele foi preso, mesma noite em que Lúcio Malfoy forçou o conselho de Hogwarts a depor Alvo Dumbledore do cargo de diretor por sua ineficiência para solucionar o problema. Antes de sair, Hagrid deixou para Harry e Rony a enigmática mensagem para "seguir as aranhas".
Foi o que os dois fizeram, e foram parar no coração da Floresta Proibida, onde Aragogue lhes contou sobre a garota que morreu no banheiro da primeira vez que a Câmara Secreta abriu. Após se livrarem das acromâmtulas, os garotos foram atrás de Murta Que Geme, e descobriram que ela morreu após ver dois grandes olhos próximos da pia. Munidos de um papel que Hermione levou da biblioteca quando foi petrificada, Harry e Rony perceberam que o basilisco usou o banheiro feminino do segundo andar como método de saída da Câmara Secreta, e os canos para se locomover por Hogwarts. Usando seu poder de falar a língua das cobras, Harry descobriu o pequeno desenho de uma cobra na pia, e conseguiu abrir a passagem.
Ele desceu pelo túnel que levava à Câmara com Rony e o professor Lockhart, mas teve que se separar de ambos depois que um feitiço da varinha quebrada de Rony provocou um desabamento. O feitiço foi proferido pelo professor para tentar apagar as memórias dos dois alunos, mas a varinha quebrada fez com que ele se voltasse contra Lockhart, que perdeu a memória e permanece internado no Hospital St. Mungus até hoje.
Dentro da Câmara, Harry enfrentou o basilisco com a ajuda de Fawkes, do Chapéu Seletor e da espada de Godrico Gryffindor. Depois de derrotar o basilisco e salvar Gina, Harry se encontrou com a lembrança de Tom Riddle e conseguiu destruir o diário com uma presa envenenada do animal. Foi a primeira Horcrux de Voldemort destruída por Harry.
A Câmara Secreta foi lacrada para sempre, e seu monstro finalmente morto, para ira de Voldemort.

Vítimas petrificadas pelo basilisco:


Frases escritas nas paredes de Hogwarts:

"A Câmara Secreta foi aberta. Inimigos do herdeiro, cuidado."
"O esqueleto dela jazerá na Câmara para sempre"


Em inglês: Chamber of Secrets


Livros: CS






ESPECIAIS
<a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Arte">Fan Arts</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/QG_Esfinge">Quizzes</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Portal:Vira-Tempo">Linhas do Tempo</a> | <a href="http://www.potterish.com/wiki/index.php/Categoria:Penseira">Biografias</a> | <a href="http://wiki.potterish.com/index.php/Portal:Sonorus">Citações</a>



Para correções, sugestões, críticas e elogios, entre em contato! Clique <a href="http://arquivo.potterish.com/?p=con">aqui</a>.